pomodoroPost_newsletter-

Uma solução para ser mais produtivo e gerir o tempo

Oooi!

Se você chegou na vida adulta já deve ter falado a frase “Não tenho tempo”, pois é… mas será que é o tempo que falta ou como usamos ele? Hoje vamos falar sobre produtividade e gestão de tempo. Imagine as situações:

Você chega no trabalho, senta na frente do computador e começa a realizar as tarefas do dia (algumas vezes listadas ou as que vão chegando mesmo). Você está determinada(o) a só sair quando acabar tudo o que foi acumulado. Mas isso não dura muito tempo. Novas demanda chegam, notificações no celular puxam sua atenção, colegas chegam para um papo… Ok, um café pode ajudar. Só 5 minutos. Você volta, tenta focar, mas já está perto da hora do almoço. Então você sai e acredita voltar mais focado, mas seu corpo está mais cansado e as tarefas só aumentaram. No fim do dia, você tem uma estafa mental e corporal e mais tarefas acumuladas. 

Essa é só uma situação, mas se você já passou por isso, vamos nos dar as mãos e falar sobre como podemos otimizar essa vida, porque estamos no mesmo barco. Com a enxurrada de informações e atividades para gerir, o tempo está meio excurso mesmo, tempo para respirar então….

Mas vamos lá! Soluções: pomodoro e saber dizer não.

Se você nunca ouviu falar em Pomodoro, trata-se de uma técnica desenvolvida por Francesco Cirillo no final da década de 80. É bem simples, você só precisa de alguma coisa pra cronometrar o tempo (timer do celular ou aplicativos), papel e caneta. A regra é dividir o tempo em ciclos de 25 min de foco e 5 de pausa.

  1. No início do dia crie uma lista de tarefas e prioridades (tente deixa-la objetiva, não precisa detalhar muito, colocar muitas atividades ou subtarefas pode assustar)
  2. Defina a tarefa para começar e se dedique a ela por 25 minutos (1 pomodoro);
  3. Passado o tempo, tire 5 min para alongar, chegar o celular, conversar, enfim… fazer qualquer coisa para se distrair;
  4. Volte ao foco por mais 25 min e a cada quatro pomodoros (bloco de 25 min) feitos, faça uma pausa maior, de 15 minutos.

Basicamente é isso! Ok, que você deve está pensando “Mas eu vou ser interrompida muitas vezes”. Pois é, aí entra o saber dizer não e manter o foco. Como todo novo hábito, não será fácil no começo, mas com o tempo vai trazer resultados ótimos.

Dicas:

Claro que você encontra alguns aplicativos que ajudam muito como:

Be Focused Disponível apenas para IOS. Nele você pode definir sua lista de tarefas e começar a contar o tempo que ele te lembra a hora de focar e de parar.

ClearFocus Semelhante ao Be Focused mas para smartphones e tablets Androids.

TomatoTimer Um cronometro no navegador.

Com som ambiente

Para melhorar a técnica tente usar sons que estimulam o cérebro, como sons da natureza, por exemplo. Recomendamos a ajuda de sites/aplicativos como:

Nossa Opinião

Olha… funciona que é uma beleza, mas para situações com o mínimo de interrupções possíveis. Como por exemplo: fechar a porta do escritório ou quarto (depende de onde você trabalha ou estuda) e avisar que não quer ser interrompido. O som ambiente é muito válido, tanto para lugares barulhentos (aí vale mesmo um fone de ouvido) quando com silêncio, parece que tudo flui com mais tranquilidade. Dependendo da empolgação do que você esteja fazendo pode acontecer de burlar os 5 minutos, mas é importante que eles aconteçam, o resultado é bem melhor.

E o que vocês acham? Já testaram? Como foi a experiência de vocês?

Foto de Elena Koycheva

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *