kid-de-sobrevivencia-ao-caos-Artboard-1

Kit de sobrevivência para dias caóticos:

Quando falamos de criar sistemas, fazer listas, controle de hábitos, ferramentas de organização e gestão, precisamos levar em conta que nossos estilos de vida são diferentes. Temos rotinas específicas, ou seja, trabalhos que nos exige horários e atividades distintas. Além disso, existimos em sociedade, temos filhos, parentes, amigos, entretenimentos e etc, que também fazem parte da rotina.

“Deus está me testando”

Consequentemente, vez ou outra, eventos fora do nosso controle nos fazem entrar em uma nuvem de caos e parece não ter sistema de organização no mundo que nos ajude a sair dele. Para esses dias separamos algumas práticas que podem ajudar.

Lembrando que nada é permanente. Dias que tiram a gente da nossa zona de conforto podem parecer assustadores, mas o segredo é saber que eles não precisam ser regra nem durar para sempre.

Outra coisa que vale destacar: o que estamos propondo aqui é baseado em observações e experiências, fique a vontade para aplica-las ou adapta-las na sua rotina. Porém não encare como receita de bolo, acreditamos que cada rotina é única e o caos que nos referimos são dias fora da curva.

Prontas?
Então vamos lá:

1. Tenha uma playlist de emergência

Elas servem para horas que exigem um foco que você não está conseguindo ter. Aí vai variar de acordo com seu humor, se para focar você precisa cantar alto, ou ouvir uma boa orquestra sinfônica, ou até mesmo um batidão. O intuito aqui é te desviar do caos.

Importante! O ministério do bom senso adverte use fones de ouvido em ambientes públicos, tá bem? 😉

Ilustração de Morgane Sanglier
2. Liste a sequência das coisas que você deve fazer naquele dia.

De preferência, minimize essa lista, assuma apenas o que você sente que consegue ou deve fazer (leia-se: coisas inegociáveis, como pagar contas à se vencer por exemplo). Tente negociar prazos e delegar atividades em dias assim.

3. Respire fundo ao tomar decisões e falar com as pessoas.

Aceite o fluxo das coisas seguindo o baile. Não foque no caos, foque nas soluções.

4. Use o timer a seu favor.

Se você seguir o passo 2 vai poder entender o mapa de suas ações nesses dias, então crie blocos de tempo realistas.

Exemplo: 10 min para fazer ligações | PARE | 10 min para responder e-mails | PARE | qual o próximo passo? …. 

Ilustração de Adrien Ghenassia
5. Tenha uma garrafa de água sempre por perto.

A ansiedade prega muitas peças na gente, dias em que você tem pouco controle sobre o que está acontecendo ao seu redor geralmente faz com que esquecemos de nós mesmas, e quando menos percebemos estamos quase uma dia sem beber água. E ninguém quer se dar ao luxo de adoecer não é? 

Mas, principalmente, manter a hidratação do corpo ajuda na concentração e, consequentemente a saúde mental.

Dica bônus: Entenda que a ansiedade está mentindo pra você, nada precisa ser urgente, pense bem ao se envolver em responsabilidades e ações que vão te delegar ainda mais energia.

Finalmente, todos temos dias ou períodos de caos, precisamos manter em mente que eles passam. Além disso, não tenha medo de pedir ajuda, renegociar datas e horários e principalmente dizer não para algumas coisas.

Mantenha o foco nas soluções, e que a força esteja com você. 

Abraços,

Anna

Seu comentário

Seu email não será publicado. *