motivos-para-ser-organizado-3

10 Motivos para adotar um sistema de organização eficaz

Olá! Tudo bem contigo? Se você chegou até aqui, talvez esteja se questionando se vale a pena mesmo mexer na sua rotina para adotar meios de se organizar. Isso porque mudanças não são tão fáceis. Ou, quem sabe, você já tentou alguns métodos mas não viu muitos resultados. Estou certa?

Porque não consigo me organizar

Pois bem, mas antes de começar esse assunto vamos tentar entender o que seria um sistema de organização eficaz? Sim, porque muitas pessoas chegaram a métodos para se considerarem pessoas organizadas, mas nem sempre o que é eficiente para alguém é pra todo mundo. 

Segundo David Allen, o criador do método GTD (get thins done) para que seu sistema seja eficaz ele deve te permitir incorporar pequenos detalhes e acontecimentos do dia-a-dia, gerenciar múltiplas camadas de prioridades e manter o controle de informações recebidas todos os dias. Ou seja,

Um sistema eficaz deve poupar tempo e esforço e facilitar a conclusão de projetos. 

E porque não funciona?

Ainda segundo David Allen, pode está acontecendo 3 coisas para que sua forma de tentar se organizar falhe:

  1. Excesso de distrações que não te permitem manter o foco;
  2. Sistema de organização pessoal ineficaz (como já conversamos);
  3. Falta de clareza dos motivos para as tarefas e metas. “O que gerou grande parte das tarefas na nossa lista?”

No entanto, pode haver muitos outros fatores que estão te impedindo de levar adiante a motivação para começar ou manter um sistema de organização. Então, recomendo que você tire uns 10 minutos do seu dia para listar esses motivos de forma bem honesta. 

Se o primeiro deles foi: “Porque eu quero continuar na bagunça da vida”. Tudo bem migx, eu te entendo. Só te peço mais um tempinho para chegar ao assunto desse artigo, leia com carinho, talvez um deles te ajude a levar uma vida mais leve. 

10 motivos

1. Reduzir ansiedade

Não sou nenhuma especialista em ansiedade, mas esquecer onde estão as coisas na hora que preciso delas, chegar atrasada em compromissos, esquecer tarefas importantes, perder informações ou documentos, não conseguir ter um certo controle sobre minhas finanças ou perder prazos não é nada divertido. Tudo isso faz com que eu tenha a sensação de que estou me afogando em atividades aleatórias, me deixa muito nervosa e estressada. Fatores que geralmente desencadeiam ansiedade. Ter esse mínimo controle sobre minha vida faz com que pelo menos consiga respirar melhor. 

2. Ter um rumo dos dias de desmotivação

Mesmo me considerando uma pessoa organizada tem dias que a minha motivação resolve viajar para Paris e me deixa sozinha. Mal quero sair da cama, imagina resolver algum problema ou criar alguma coisa. Nesses dias, ter uma lista de atividades realista (porque tem coisas que nem adianta forçar nesses dias) ajuda muito a me mover, executando o mínimo possível de tarefas e não terminando o dia com a culpa de ter sido inútil. Porque isso acontece não é mesmo? 

3. Realizar objetivos com mais eficiência 

Todos nós temos sonhos, não é mesmo? Nem que seja aquelas vontades de fazer aula de dança, aprender piano ou outras coisas que parecem menos importantes e que vão ficando engavetadas a espera de um tempo livre que nunca chega. Pois bem, ter um sistema de organização não é a solução mágica para realizar tudo, mas ajuda muito a entender nossas prioridades e encaixar ações que podem ser importantes para nossa vida, nem que seja a longo prazo, mas com datas. 

4. Ter uma visão mais clara da vida

Quando a gente tem um registro das nossas atividade conseguimos criar um mapa com tudo o que estamos colocando nosso tempo e energia. Muitas vezes me vi desmotivada, com a sensação de não está saindo do canto, nessas horas paro e analiso quais as atividades que fiz na ultimas 2 ou 3 semana que me levaram até aqui. Então, consigo entender minhas decisões e encontrar soluções práticas para resolver essa desmotivação mais facilmente. 

5. Aproveitar melhor seu tempo

“Não tenho tempo”, acredito que essa é a frase do século. Mas será que isso não virou frase feita para “Não quero me comprometer com isso”

A questão é em que empregamos nosso tempo? Quando temos uma visão clara de nossa vida, conseguimos encontrar tempo. Ou seja, determinar intervalos do dia para realizar alguma atividade que vai trazer alegria pra mim. O que mais me empolga nessa conversa toda é isso: quando temos um mínimo de controle sobre nosso dia, conseguimos encontrar tempo para o que nos faz feliz também. 

6. Dar mais atenção ao que realmente importa

A primeira coisa que os métodos de David Allen e Ryder Carrol (criador do método Bullet Journal) têm em comum é começar nos estimulando a encontrar nossos porquês. Por que estamos nos sentindo sufocadxs? Nossas atividades estão de acordo com o que acreditamos? Estamos vivendo o que escolhemos ou só segundo o fluxo? 

Se comprometer a começar um sistema de organização pode fazer com que você mergulhe fundo no autoconhecimento e aprenda a fazer escolhas mais baseadas no que realmente importa pra você, nos seus reais valores. 

7. Ter um ambiente mais limpo, simples e eficiente

Até agora conversamos mais sobre as vantagens subjetivas da organização. Mas passando para o meio físico, uma vez ouvi a frase “O ambiente externo reflete o interno” e fez tanto sentido pra mim, o que você acha? 

Acredito que em um ambiente organizado, as coisas estão acessíveis e cada objeto tem uma função. Isso tudo pode parecer coisa de gente doida, mas imagina aqui comigo uma situação: 

Fulana comprou um aparelho eletrônico com garantia, duas semana depois ele quebra. Fulana sabe que guardou o papel com a garantia, porque ela não é boba, mas só não consegue lembrar onde.

Já passou por algo parecido? Pois é, quando tudo no ambiente tem uma função e está no lugar pequenas ações diárias são mais fáceis e poupam tempo. 

8. Descansar com mais frequência

Taí algo difícil hoje em dia. Quando você tem uma noção das suas atividades e as mantém sobre esse tal certo controle que tanto repito, a ansiedade de “tenho isso pra fazer” dá lugar a “agora é meu momento de relaxar”. Na correria do dia-a-dia esquecemos de fazer isso, parece um luxo dispensável. 

Só para ilustrar melhor, você já experimentou a sensação de esvaziar a caixa de e-mails? Esse ano experimentei o GTD nos meus correios eletrônicos. Funciona assim: no começo do ano fiz uma varredura nos e-mail, processei tudo e separei em pastas. Então criei as pastas Ação, Aguardando Resposta, Referência visual, notas de compras e Um dia quem sabe. Cada e-mail que chega eu encaminho para uma dessas pastas e processo adequadamente. Desse modo minha caixa de entrada está sempre vazia e minha mente relaxada quanto às informações que chegam.

9. Potencializar sua inteligência emocional

Quando conheci o método bullet journal percebi a necessidade de não apenas registrar minhas atividades, mas também fazer pequenas notas sobre sentimentos e observações diárias. Esse hábito ajuda a identificar emoções com mais facilidade, é como se eu espalhasse pequenas dicas para meu eu do futuro sobre possíveis padrões de comportamento que podem ser evitados. 

10. Mente mais leve

Todos esse benefícios resultam em uma mente mais leve. Somos seres extraordinários, mas o excesso de informações que chegam até nós pode sobrecarregar nossas mentes. Quando as informações, datas, tarefas e notas vão para o papel a possibilidade de alívio mental é maior. 

“Não há como alcançar o controle sem estresse se você manter as coisas apenas na sua cabeça.”

David Allen

Então é isso, espero que você tenha se empolgado em conhecer métodos e mergulhar na busca de algum que se adapte ao seu universo. Estamos preparando mais conteúdos 

Abraços

Anna

Seu comentário

Seu email não será publicado. *